jornal plural do agrupamento de escolas dr. manuel laranjeira

Semana Outoniça

Subscrever a nossa Newsletter

     Em todo o Agrupamento Manuel Laranjeira festejou-se a “Semana Outoniça”, entre os dias 24 e 28 de outubro, com a participação de toda a comunidade educativa, numa dinâmica construtiva de atividades em prol da paz, da cultura, da saúde e da proteção do ambiente.

     O programa foi iniciado com um discurso do Diretor, Vítor Oliveira, sobre a necessidade de se trabalhar para a paz. A sessão de abertura contou também com um pequeno momento de música e dança, seguido do hastear da bandeira da Paz. A Coordenadora das bibliotecas escolares, Manuela Lima, explicou os objetivos da leitura de poemas que alguns Encarregados de Educação e outras personalidades iriam apresentar, em sala de aula, atividade enquadrada no Dia Nacional das Bibliotecas Escolares.

     As bibliotecas da Escola Básica de Anta e da Manuel Laranjeira estavam adornadas com árvores e pombas da paz, feitas em papel branco, segundo a técnica japonesa do origami, e alunos e professores decoraram espaços, embelezando placares com folhas de outono de mil cores e formatos e divulgando provérbios ou excertos de obras relacionados com esta estação do ano.

     Foram ainda organizadas outras atividades, tais como desfolhadas, com a colaboração de ranchos folclóricos locais, uma feirinha outoniça, construção de uma bruxinha com folhas de milho, afixação de fotografias de paisagens do outono legendadas em inglês e alemão, produção de um poster subordinado ao tema “Outono, a época das castanhas”, decoração  da “instalação 10” – dez anos de Agrupamento –  com folhas recortadas e desenhadas pelos alunos e passagem de modelos (com cores outonais).

     Todos puderam ver exposições de plantas, frutas da época, chás e vegetação típica da costa marítima da cidade de Espinho, bem como de folhas existentes nos jardins da escola Manuel Laranjeira ou de embalagens geométricas construídas pelos alunos e ilustradas com motivos alusivos ao outono.

     É de realçar também trabalhos efetuados pelos alunos, tais como «Historiadores de Palmo e Meio» sobre a implantação da República; “O homem das cavernas não era tão primitivo assim!”; “Comparação entre a Democracia Atual e a Antiga”; “Construtores da Paz – Em tempos de guerra urge refletir sobre a Paz!”; “Día de los muertos a 31 de outubro”; Halloween (lenda, símbolos, costumes); objetos tridimensionais, colagens, montagens, mobiles e espantalho (com fotos da execução dos mesmos); poster intitulado “Há Física nas castanhas assadas! Há Química nas castanhas!”; desenhos sobre “Mil Pombas pela Paz”.

     Foram também dinamizadas atividades nas plataformas Answer Garden, Mentimeter e Pixton; foi criado um Padlet da Semana Outoniça; promoveu-se o visionamento da curta-metragem “Demónios”, difundida pelo Cinanima; foi projetado um vídeo-poema denominado “Outono de Emoções” (retirado do poema “Cantigas”, de Manuel Laranjeira), produzido pelos alunos dos Cursos Profissionais Técnico de Geriatria e Multimédia; foi exibido o filme “Equinócio de Outono”; projetados os vídeos “A Química das cores de Outono” e “Por que razão o céu é (mais) azul (no outono)?”.

     A Escola participou em projetos como “Degraus para a Igualdade” – uma intervenção pública feita junto da Câmara Municipal de Espinho; foram organizados workshops sobre o “Voluntariado”, para alunos do 12º ano, com a Dr.ª Mariana Resende como palestrante.  E, mesmo com chuva intensa, os alunos vestiram-se de rosa, para realizar uma caminhada, promovida pelo PES, em articulação com a Liga Contra o Cancro.

     Com muita animação, foram ainda realizados jogos tradicionais (corrida de sacos, corrida de pés atados, bola à lata, tração humana, percurso de andas, jogo do “Limbo”, corrida de colheres), houve um momento musical e a degustação de castanhas assadas, organizada pelos alunos dos cursos profissionalizantes.

     No dia 27, no final da tarde, foi confecionado e servido um lanche pelos alunos do curso profissional de restauração.

     Ainda na manhã do dia 28, na Biblioteca, junto à exposição sobre Manuel Laranjeira e Miguel de Unamuno, assistiu-se à leitura de cartas e declamação de poemas.

     Num mundo em acelerada mudança, num momento em que se faz História, nem sempre de forma positiva, pretendeu-se, com o fervilhar de atividade e criatividade da Semana Outoniça, que a comunidade educativa permaneça um porto seguro para os alunos e que todos se sintam mais próximos e integrados, aprendendo a dar valor a tudo o que os rodeia.

Subscrever a nossa Newsletter
Recebe as últimas notícias, avisos, artigos diversos diretamente na tua caixa de email
podes anular a tua subscrição quando o entenderes
Subscrever a nossa Newsletter
Recebe as últimas notícias, avisos, artigos diversos diretamente na tua caixa de email
podes anular a tua subscrição quando o entenderes
podes gostar também
Deixa um comentário